Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Vítor Bento no país dos fingidores

por carlos carujo, em 25.03.14

O economista brilhante apresenta a sua lógica incontestavelmente científica: o país já era pobre e fingia que era rico. Agora, com a crise, finge que empobreceu. A crise é afinal a história de um estranho país que é um fingidor. E que chega a sentir que é fome a fome que deveras sente.

A este movimento chama Bento "empobrecimento aparente”. E quando explica que "o país empobreceu menos do que parece" a frase soa parecida com aquela outra que dizia que "a vida das pessoas não está melhor mas a vida do país está muito melhor."

Falar neste "país", nesta "economia", neste "crescimento", ora aí está a política do fingimento que se agarra às abstrações pseudo-científicas. A pobreza que não é aparente, que não é fingimento, que é real, que dói mesmo, essa terá de encontrar uma outra linguagem.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:44


2 comentários

De JVC a 21.04.2014 às 14:44

Fecharam o blogue?

De carlos carujo a 24.04.2014 às 00:38

Não sei bem. Mas se o fechamos parece que quase ninguém notou...

Comentar post





calendário

Março 2014

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031



Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D